Raul Correia

Just another WordPress.com weblog

Dado, Informação, Conhecimento e Competência

Posted by Raul Correia em setembro 29, 2008

 

1.      Dado

Defino dado como uma seqüência de símbolos quantificados ou quantificáveis. Portanto, um texto é um dado. É muito importante notar-se que, mesmo se incompreensível para o leitor, qualquer texto constitui um dado ou uma seqüência de dados. Com essa definição, um dado é necessariamente uma entidade matemática e, desta forma, é puramente sintático.

 

2.      Informação

Informação é uma abstração informal (isto é, não pode ser formalizada através de uma teoria lógica ou matemática), que está na mente de alguém, representando algo significativo para essa pessoa.

Se a representação da informação for feita por meio de dados pode ser armazenada em um computador. Mas, atenção, o que é armazenado na máquina não é informação, mas a sua representação em forma de dados. Assim, não é possível processar informação diretamente em um computador, por outro lado, dados, desde que inteligíveis, são sempre incorporados por alguém como informação.

Uma distinção fundamental entre dado e informação é que o primeiro é puramente sintático e a segunda contém necessariamente semântica. É interessante notar que é impossível introduzir e processar semântica em um computador, porque a máquina mesma é puramente sintática.

 

3.      Conhecimento

Caracterizo conhecimento como uma abstração pessoal, de algo que foi experimentado por alguém. O conhecimento não pode ser descrito; o que se descreve é a informação. Também não depende apenas de uma interpretação pessoal, como a informação, pois requer uma vivência do objetivo do conhecimento. Assim, o conhecimento está no âmbito puramente subjetivo do homem ou do animal. Parte da diferença entre estes reside no fato de um ser humano poder estar consciente de seu próprio conhecimento.

A informação foi associada à semântica. Conhecimento está associado com pragmática, isto é, relaciona-se com alguma coisa existente no “mundo real” do qual se tem uma experiência direta.

 

4.      Competência

Caracterizo competência como uma capacidade de executar uma tarefa no “mundo real”. Uma pessoa só pode ser considerada competente em alguma área se demonstrou, por meio de realizações passadas, a capacidade de executar uma determinada tarefa nessa área.

Pragmática foi associada a conhecimento. Competência está associada com atividade física.

A criatividade que pode ser associada com a competência revela outra característica. Pode ser vinculada com a liberdade, que não apareceu nos outros três conceitos porque não havia qualquer atividade envolvida neles, exceto sua aquisição ou transmissão. Os seres humanos não se orientam necessariamente por seus “programas” como os animais e podem ser livres e criativos, improvisando diferentes atividades no mesmo ambiente.

Competência exige conhecimento e habilidade pessoais. Por isso, é impossível introduzir competência em um computador.

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: